Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.

    Últimos assuntos
    » Ferramenta de Busca para arquivos no 4Shared.
    Seg Out 16, 2017 8:14 pm por edfranco

    » O Peregrino – Uma Jornada para o Céu (Filme completo)
    Qui Out 12, 2017 3:48 pm por Paulo Cezar

    » André e Felipe - Decisão (Sony Music Live)
    Qui Out 05, 2017 2:08 am por Paulo Cezar

    » Versiculos biblicos do dia a dia!!!
    Qui Set 28, 2017 6:39 pm por Paulo Cezar

    » Em Breve Aqui
    Qui Set 14, 2017 2:13 am por Paulo Cezar

    » TESTEMUNHO FORTE QUE LEVOU A IGREJA ÀS LÁGRIMAS
    Sab Set 09, 2017 2:35 am por Paulo Cezar

    » Parabéns, meninas do volei! Espetacular!
    Sex Set 01, 2017 1:37 am por Paulo Cezar

    » CNH vencida agora vale como doc. de identificação.
    Sab Ago 05, 2017 11:47 am por edfranco

    » Ganhador da Mega Sena.
    Sab Ago 05, 2017 2:39 am por Paulo Cezar

    » SONY KDL-46EX405. Manual de serviço.
    Sex Jul 07, 2017 6:50 pm por edfranco

    ------------------------

    Transistores ficam quatro vezes mais rápidos!

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    Transistores ficam quatro vezes mais rápidos!

    Mensagem por Assuero em Qua Jan 16, 2013 10:20 am

    Mobilidade de carga

    Quando tudo parece indicar que a tecnologia dos semicondutores chegou a um beco sem saída, os engenheiros encontram formas de superar os limites físicos dos materiais.

    Engenheiros do MIT apresentaram um transístor que é nada menos do que quatro vezes mais rápido do que os transistores usados nos processadores mais modernos, e duas vezes mais rápido do que os melhores transistores já demonstrados em laboratório.

    O transístor, do tipo p (positivo) - possui a mais elevada mobilidade de carga já medida até hoje.

    Uma maior mobilidade de cargas - sejam elas positivas (lacunas) ou negativas (elétrons) - significa que se pode construir um transístor mais rápido com a mesma tensão de funcionamento, ou transistores com a mesma velocidade dos atuais mas que operem em tensões mais baixas.

    Germânio tensionado

    Tal como os demais transistores de alto desempenho que vêm sendo desenvolvidos nos últimos anos, o novo componente não é feito de silício, mas de um outro semicondutor, o germânio.

    Para obter o ganho de desempenho, os pesquisadores tensionaram o germânio, uma técnica que já vem sendo utilizada com o silício - os átomos do material são forçados a ocupar uma posição mais próxima uns dos outros do que assumem naturalmente.

    A vantagem é que o germânio já é utilizado em outros componentes eletrônicos, o que torna mais fácil integrar o novo transístor à plataforma CMOS, ao contrário de outros transistores de última geração, que costumam usar ligas exóticas.

    Transistores tipos p e n

    Todos os chips são compostos por dois tipos de transistores: um tipo chamado p, de positivo, e outro tipo chamado n, de negativo.

    Assim, antes que o novo transístor possa ser usado para fabricar processadores quatro vezes mais rápidos será necessário obter melhorias também no tipo n.

    O interessante é que, historicamente, tem sido mais fácil melhorar os transistores tipo n do que os do tipo p, uma tendência que agora se inverteu.

    Inovação tecnológica


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
    avatar
    Assuero
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 3199
    Pontos : 6115
    Data de inscrição : 22/02/2012
    Idade : 49
    Localização : Rio de Janeiro

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum